Casa do Benfica encolhe dívida à banca

A Direção da Casa do Benfica tornou publico junto dos seus associados a liquidação antecipada voluntária do segundo empréstimo contratado junto da Caixa de Crédito Agrícola do Baixo Mondego, na qual estava refletida no passivo a 31 de dezembro de 2018.

Tal como Pedro Oliveira já tinha revelado na última reunião de Assembleia Geral, que a Casa do Benfica tinha planos para durante o ano 2019 amortizar a sua dívida ou na melhor da hipótese de liquidar o segundo empréstimo, conforme hoje (16-12-2019) aconteceu.

O empréstimo liquidado foi contratado em 16 de maio de 2013 para aquisição da “nova imagem” e pagamento a fornecedores de serviços e materiais, anteriormente contratados aquando à construção da sede.

Eram fiadores do empréstimo que apenas terminaria em 16 de dezembro de 2029: Pedro Oliveira, Sofia Quinteiro, Paulo Barranca e Mário Rui Marques, atual presidente e vice-presidentes da Casa do Benfica.

Com esta liquidação antecipada, a Casa do Sport Lisboa e Benfica em Montemor-o-Velho vê o seu passivo a ser reduzido e fica com margem para iniciar novo processo de amortização ao primeiro empréstimo, contraído a 2 de novembro de 2009 para aquisição do imóvel e construção da sede e que terminará a 2 de novembro de 2029. Na altura foram fiadores o atual presidente e vice-presidente da Direção Pedro Oliveira e Sofia Quinteiro, o atual presidente da Assembleia Geral António Carlos Silva, o sócio António Fernandes (vice-presidente da Direção à data), e o malogrado António Dentinho (sócio que infelizmente faleceu a 14-02-2013).

Pedro Oliveira, presidente da Casa do Benfica desde 28 de julho de 2007, congratulou-se pelo momento e fez questão de agradecer a todos que ajudaram e que ajudam “a criar pilares de sustentabilidade que presentemente permitem a sustentabilidade financeira, sem descorar o futuro”, relembrou que “ninguém é sócio de um café, a Casa do Benfica é uma associação comprometida com o associativismo” onde as modalidades “são quem transportam a nossa identidade além concelho”, “o maior património da Casa do Benfica são os sócios, sem os sócios nada disto seria possível, muitíssimo obrigado”, concluiu.

Um website emjogo.pt