Operação de limpeza ao hangar concluída

Depois da passagem das depressões Elsa e Fabien que fustigaram Montemor-o-Velho e em período de bonança, bastaram pouco mais de duas horas para durante o período da manhã de hoje (28-12-2019) em união de esforços, a “família” das modalidades canoagem e remo, juntos na mesma embarcação pagaiarem e remaram com o único objectivo: limpeza ao hangar 11 do Centro Náutico e a todas as embarcações, acessórios e materiais da Casa do Benfica.

Finda a limpeza, apurou-se danos visíveis numa embarcação de remo e em duas ferramentas-eléctricas, e a avaliar pela extensão dos danos na referida embarcação, a Casa do Benfica considera que de momento não será uma tarefa fácil apurar valores, até porque  o mais importante é reunir condições operacionais necessárias para os atletas começarem a treinar.

Carlos Cunha, vice-presidente para a modalidade canoagem congratulou-se com a presença dos atletas, treinadores e familiares e fez questão de “agradecer a todos que participaram na limpeza”, “a vossa presença dá-nos mais responsabilidade”, concluiu.

Por sua vez, o vice-presidente para a modalidade remo, Paulo Barranca, também agradeceu aos presentes na limpeza e referiu que “o mais importante era darmos condições aos atletas para treinarem”.

Um website emjogo.pt